domingo, 31 de janeiro de 2010


Alguém lhe dissera para virar as costas ao Amor quando ele lhe sorrisse. Talvez achasse que seria o correcto a fazer quando o Mundo assiste a rupturas improváveis, a desastres infelizes. Haviam-lhe dito que o Amor era ingrato, levando tudo à sua frente, deixando-nos órfãos de afecto. Não lhe ligara, vozes de burro não chegariam ao céu, pensou. O Amor, esse infortúnio ou não da vida, trata de nos colocar num pedestal ou de nos deixar nas catacumbas de uma ruína qualquer.
Jurou fazer-lhe frente, por nada arredar pé. Se o visse, trataria de o enfrentar. Amor que é Amor, identificaria-se à primeira, tal e qual quando conhecemos alguém. Pensara nesse momento: daria-lhe a mão ou dava-lhe um beijo? O que vestiria? Sorrir-lhe-ia? Lembrar-se-ia do seu nome? Não era tarde para pensar no futuro mas era cedo para o avistar. Pensou sentar-se à sua espera, disseram-lhe que todas as segundas-feiras ele por lá apareceria. Esperou, em vão. Escrevera-lhe uma carta, lançara-a aos céus. Dizem que quem o sente se identifica com as nuvens. Em vão, nenhuma resposta. Haviam-lhe dito, que quando o provasse, saberia a açucar, mas era diabética. A sua condição nunca o permitiria. Olhou para o chão desanimada, viu uma folha em forma de coração. Por onde olhasse, tudo era Amor. Sorriu, agora sim não o receava. Não o esperava, apenas vivia. Um dia talvez, o encontrasse. Porque o Amor não esperava pela Vida e a Vida não esperava com certeza pelo Amor. Olhou para o céu, sorriu, e quase sentira o céu sorrir-lhe de volta. Era feliz.

3 comentários:

Wolve disse...

É tão triste que tudo o que há de bom na vida seja feito da improvável harmonia entre coisas que não esperam umas pelas outras...

Será que esta mesmo feliz, ou se contenta apenas com a simplicidade de ir tendo uma coisa em detrimento de ter um pouco das outras duas coisas - o que queria na verdade?

Sempre avido de te ler
Wolve

Luis disse...

Este texto está lindo... Fiquei sem palavras... É capaz de ser das melhores coisas que li nos últimos tempos...

Lamento que sejas mais uma pessoa a sofrer por não encontrar o seu amor, alguém que lhe corresponda com os mesmos sentimentos. Vais ver que as coisas vão mudar, a vida vai-te sorrir.

Espero que o amor te encontre rapidamente, tu mereces!

Bjnhs

Luis disse...

Sorry, de facto escapou-se-me... Ainda bem que já encontraste essa pessoa! =)
Menos uma alma perdida no tempo =)

Mesmo assim, volto a repetir, o texto está lindissimo...