quinta-feira, 2 de julho de 2009

De que é que precisas?


Dá por si a contemplar a luz que entra pelo seu quarto adentro. É como uma metáfora para a felicidade, que se profetisa. Dá por si a sorrir para tudo e para nada. Dá por si, com uma desmedida vontade de correr. É uma apaixonada pela Vida e pelo lado bom dela. Acredita em ti, nela e em nós. Anseia pelo Amor não categorizado. De vez em quando senta-se na Lua e é difícil puxarem-na para a Terra. Quer correr, disse ela. Pensem o quão felizes podemos ser, quando apenas o tentamos. É este o caminho. É esta a Vida. Vivemos de desencontros, mas de vez em quando colidimos uns nos outros. Ela só precisa da Vida, de ti e do Mundo. É como se fosse unicamente precisa uma clave de sol, para compor e conceber a música que está no seu coração. É como carecer apenas da letra A, para fazer o seu abecedário. A de Amor. É o Mundo que a apaixona. Inspira sonhos e transpira palavras. Perde-se, mas procura encontrar-se. Já bateu à porta, já ficou à espera na porta e ninguém estava lá dentro. Já mudou de rumo. Já vestiu a esperança. Veste hoje a Paz. A Paz com ela, a paz com os outros.
Em nome dela, agradeço aos maus feitios, a rudeza dos outros, a humildade de alguns, a fragilidade que ninguém pensa ter. Ela não está aqui para julgar. É nos vossos olhos que ela vê o que não quer ou quer ser.

Quer abraçar o Mundo. Quer abraçar-te. Quer ser feliz.

5 comentários:

Joana ' disse...

Mais um texto fantástico minha querida.
Gostei particularmente de "Vivemos de desencontros, mas de vez em quando colidimos uns nos outros"...

Tu tens um talento para mexer com as palavras inquestionável...

Beijinho

Renata disse...

Foste tu que escreveste ?
Se sim, está bestial e realmente existe por aqui UMA IMENSIDÃO de talento !
"É como se fosse unicamente precisa uma clave de sol, para compor e conceber a música que está no seu coração. É como carecer apenas da letra A, para fazer o seu abecedário." ADOREI!

Bea disse...

Muito giro mesmo! adorei :) beijinho

ADEK disse...

Daqui a uns tempos creio que este blog vá dar um livro:P

André disse...

Começa a ser habitual a falta de palavras para catalogar o imenso talento que brota das palavras. Palavras às quais dás vida e que numa conjugação devidamente coordenada formam textos com capacidade se nos atingir de forma absorvente.

Eu perdi-me nas palavras e deixei-me levar ao sabor, apenas e só da leitura . Continua a partilhar palavras, frases textos desse calibre. ; D Beijinho *