segunda-feira, 22 de junho de 2009

Mania da prepotência!




Cá entre nós, eu gosto é deles prontos a atender as minhas exigências! Mas por outro lado, quero-os imprevisíveis, que batam o pé e não venham sempre que quero. Gosto é deles difíceis, mas que me tragam flores quando menos espero e me cantem ao ouvido enquanto assistimos ao pôr- do- sol. Quero olhar nos olhos e sentir-me em casa. Custa-me a crer que exijo demais deles...


(Mas também só fica quem realmente está disposto a lutar. Por fim, gosto daqueles que não desisitem a qualquer vicissitude!)
E vocês caras bloguistas?

6 comentários:

Daisy Maria disse...

o teu Ele existe, anda aí desesperado à tua procura! ai mas quando te encontrar :p
olha, eu gosto do meu J. :) gosto de tudo nele, e pronto.

Joana ' disse...

É claro que percebi o teu comentário.. percebi mesmo!
Quanto ao orgulho... não tenhas! Não sei se sou motivo de orgulho para alguém, não sei se terei forças para lutar durante muito mais tempo.. não sei sequer o que pensar!
Ele, quando menos espero, diz-me coisas que me deixam completamente apaixonada... Mas depois desiste à primeira vicissitude! (fazendo uso do teu texto)

E não acho que exiges demais..!

Beijinhos minha querida

ClaudiaMar disse...

As mulheres são bichinhos muito complicados! também sou assim ...

ADEK disse...

Eu sou assim na parte da conquista...Naquela fase do "sou-quase-tua-mas-ainda-não-sou-BEM-tua-e-tu-és-quase-meu-mas-ainda-não-és-BEM-meu". Depois dessa,gosto mm que estejam la SMP e sem manias:P E que tenham paciência para aturar os meus caprichos. Ora não é para isso que ELES servem?:P PFfff...:P

Joana ' disse...

Dei um passo à frente mas tenho medo de recuar dois ou três em seguida.. Tenho medo!

Obrigada querida, o orgulho é mútuo (o meu por ti ainda é maior, tu sim, sabes o que queres e tens força para lutar por isso!)

Andre Simoes disse...

Acho que não estás a exigir em demasia, mas sim apenas e só aquilo a que tens direito. ; D

O facto de não desistir à mínima dificuldade, é já de si um forte sinal da importância que eventualmente te poderá atribuir. Também gosto de pessoas assim, daquelas que são literalmente compostas de uma fibra que resiste a ventos e marés. ; D E essas sim valem realmente a pena. ; )

Beijinho grande. *