quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Os velhos do Restelo ainda existem!


Os dias em que o destino de uma jovem passava obrigatoriamente pelo mesmo caminho que os respectivos pais - acabaram! À partida o que se deseja para os seus é algo melhor que os próprios tiveram mas, que gostariam de ter se lhes fosse dada a oportunidade. Mas tenho cá para mim que muita gente ficou encalhada entre os anos 50 - isto a ser simpática- e nunca mais de lá saíram. "Ah porque está na Universidade e não ajuda os pais! Ah porque esta é a altura em que eles mais precisam dela!"
Eu pergunto, o que se faz numa Universidade!? Luta-se por um futuro melhor, por oportunidades que os nossos antepassados nunca tiveram. Certo? Digam-me que não enlouqueci e que, de repente virei uma doente egoísta crónica
É triste quando no final estar ou não estar é igual, porque o que tu devias estar a fazer era trabalhar, se possível grávida e com um casório para breve para poderem todos comer à fartazana e se levares na boca, olha ... calas-te!
Há gente muito limitada, gente sem visão nenhuma. E pior deste cenário é ter de conviver com isso na própria família com a certeza que nunca vamos mudar isso. Com o sentimento que devemos estar a cometer algum crime pelos olhares que nos passam.

3 comentários:

Poetic GIRL disse...

Também tenho dessas espécies na minha, e algo que eles não compreendem é porque ainda estou sózinha. Dizem que sou esquisita, que não devia escolher tanto. Mas quem sabe da minha vida? Quem vai ter que dormir e conviver com ele sou eu, por isso sou exigente sim, não quero um qualquer só para satisfazer a vontade dos outros. A minha preocupação foi a estabilidade financeira, agora que a tenho, posso escolher tudo o resto a que tenho direito! bjs

Kikas disse...

sabes o que chamo a isso? inveja, por não puderem dar aos seus um futuro melhor. então, estão a ver-te a ti a ganhar asas, a ser alguém.. e caem em cima, só mesmo por dor de cotovelo. realmente, que pessoas parvas!

Joana ' disse...

a isso querida, na minha terra, chama-se dor de cotovelo... e num nível bem grave!!
essas tais pessoas não conseguiram ambicionar mais do que a 'vidinha' que têm - ou caso tenham ambicionado. não tiveram coragem para lutar por ela - e, agora, que te olham e vêem que tu consegues levantar vôo ficam a invejar a coragem que tens e que a elas lhe faltou... mas nunca te hão-de dar os parabéns querida, porque isso era assumir que estiveram erradas durante toda uma vida.

Voa alto querida, para lá das nuvens *