segunda-feira, 28 de junho de 2010

Set your mind right, Free your soul.

"Nothing contributes so much to tranquilize the mind as a steady
purpose - a point on which the soul may fix its intellectual eye."

Gosto de acreditar que me faço rodear de pessoas que querem só e apenas: o meu bem-estar. Mas chegas a um ponto na tua vida em que o só e o apenas parecem vir com com uma conotação negativa. Chega um tempo em que necessitas de te purificar, de fazer preces de modo a teres ainda algum réstio de sanidade mental. Deixar o vento tocar-te como se fosse a primeira vez e derradeira vez, como se tudo dependesse desse acontecimento. Passo a passo, constróis algo que sempre desejaras ter - capacidade mental para resistir a infortúnios lançados pela vida. A tua jornada será sempre isso: cair, levantar e sorrir. Porque a Vida nunca terá um plano para ti, a menos que tu tenhas um plano para ela. E quando estás cansada de ir com a corrente, talvez seja melhor antecipares os movimentos e surpreendê-la primeiro. Sem jogos, sem malícias, apenas com o teu coração nas mãos, à espera que tudo dê certo e se não der, bem, pelo menos foste suficientemente forte para te fazeres ouvir. É isso que no final do dia te distingue.


1 comentário:

*flor* disse...

Fez-me tão bem ler-te que nem imaginas... Neste momento em que tudo parece estagnado na minha vida apesar de me esperarem 1001 coisas novas ainda nao tive a coragem de 'atravessar o rio que separa estas duas margens' o antes e o depois. Estou mesmo a precisar de surpreender a vida para ver as surpresas que ela me reseva.
=)

obrigada!
beijinho**