sábado, 12 de setembro de 2009

Entre itálicos e negritos.

Até é.
Desejar. Pensar. Observar. Sorrir. Esperar. Brilhar. Querer. Ter e não ter.

Ouvir. Suspirar. Confidenciar. Suprimir
. Insuprimível.

Até é.

Sonhar. Realizar. Não programar.

Até é.
Ser feliz.

Até é.
O que sempre quis que fosse.

17 comentários:

Marilena' disse...

Lindo, mesmo :)

Lady me disse...

Gostei! (:

Wolve disse...

mas...? Há sempre um "mas" - insuprimível - e esqueceste-te dele... ;)

Wolve

Wolve disse...

os lobos andam quando a vida profissional os deixa andar! agora é de dia porque de noite vou estar ocupado.

Eu percebi. E de resto essa subtileza de deixar por escrever mas dar a ler muito me encanta, não penses que não.

Continua!

Wolve disse...

so faz bem andar de dia. Aclara-se o pelo, absorve-se mais vitamina D - dispensa-se logo o oleo de figado de bacalhau, blergh! - e conhece-se mais gente. às duas da manha não estaria a trocar comments contigo XD

S* disse...

Ai que bonito ;)

Marilena' disse...

As vezes falar é mais facil que fazer, todos sabemos disso, e eu ando a tentar levantar-me e sair deste abismo ha mais de dois meses, tanto ou mesmo tao pouco, mas dentro de breve sairei disto, voltarei a sorrir :)

Obrigado pela força *

querer_e_nao_te_ter disse...

Tambem eu quero :)

bjinhos :)

*Sininho* disse...

Ser feliz.

Joana disse...

Até é fácil desejar-mos ser algo mais do que aquilo que somos, querermos sorrir, amar e até voar. Até é fácil alcançar diversos dos nossos objectivos e acredito que até fácil seres feliz se lutares por isso. Tens aqui todo o meu apoio :)

Only Words disse...

Basta crer para se ter... ;)

Sofia disse...

Anúncio:

Os Desabafos da Sofia mudaram-se para aqui:

http://alguma-incontinencia-verbal.blogspot.com/

beijinhos e abraçinhos

Bernardo disse...

ADorei o post :DDD

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo

Joanne disse...

Adoro :')

y.bell disse...

tão giro :)

Katynha disse...

Essas palavras, se as fossemos a "desenhar" :)