terça-feira, 25 de agosto de 2009

Rascunho de vida(s).



Era hábito admitir que tinha a conjectura para um dia dominar o Mundo, tudo passou. Hoje, só quero dominar o meu Mundo, só quero colaborar para a correcta translação desse mesmo. É deixada aqui a reminiscência do que fui, e do que serei. Algures no meio deste curso, defrontar-te-ás com a cópia do que achavas que era. Mas hoje, mais do que ontem, não mais é isso. Quem partiu antes do tempo jamais conseguirá avistar isso, quem incessantemente esteve, vai reconhecer a sombra que deambulava pelo chão. É sentir o vento a soprar o nosso destino. É sentir a tua voz melodicamente a aquecer o meu coração!
(Pede-me o Mundo, dou-te um Império!)

12 comentários:

Bernardo disse...

Bom post ^^

Mariquita disse...

Que bonito... :)

meus instantes e momentos disse...

belo texto. Gostei daqui.
Tenha uma ótima noite.
Maurizio

O Profeta disse...

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço

Não me queres dizer o rumo
Que leva ao teu terno coração
Não me queres abrir as portas
Da cor vibrante da paixão?

Boa semana

Doce beijo

S* disse...

Dar um Império a alguem... o nosso império.

Katynha disse...

Ta' lindo :)

*Sininho* disse...

Bem lindo... se formos capazes de dar o nosso mundo a alguém, teremos o Mundo aos nossos pés.

Elena disse...

o Império do nosso coração :) beijinho

ADEK disse...

Lindíssimo!*

João Pinto Costa disse...

Entra um pouco no meu mundo e visita o meu blog onde coloco os mails que crio e envio para meio mundo mais as respectivas respostas:

http://maildeumlouco.blogspot.com/

Acho que vais gostar.
Espero que te divirtas a ler.

dinona disse...

Querer controlar o nosso mundo e complicado, quando mais querer controlar O mundo...

Os teus textos são cada vez mais lindos, tens que me dizer onde vais buscar a inspiração!

Beijocas

Pedro de Payalvo disse...

e se eu pedir só um Ferrari, e dinheiro para a gasolina?

os pneus pago eu...