segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Há estradas que nos remetem para os mesmos lugares.


Algures nesta Terra, há uma alma que reclama ser tua. O seu poder de persuasão é tão ou mais forte, do que o teu de dizer que não. E entras neste impasse, porque sabes que sim, mas tudo ou nada é garantido e, tens muito pela frente. Mas concordas, que se aqui estás, é porque faz algum sentido estar aqui. Encontraste-me num corredor que se adivinhava escuro, olhaste para mim e não me disseste nada. Não foi preciso dizeres nada, para eu compreender o que temos aqui. Ali, estavam ambos, envolvidos por laços que medem quilómetros e quilómetros e eram demasiado emaranhados para serem desmembrados em meras linhas. Na realidade, são eles que os unem, são eles que os separam.

Algures nesta Terra, há um caminho a ser tomado. Algures nesta Terra, alguém chora porque te perdeu de vista ou porque me perdeu de vista. Mas nós não somos mais do que isto, meras miragens para os outros, pois sabemos onde realmente, é a nossa casa. Um oásis é só um oásis. E uma vida é só uma vida. Há um caminho em mim, até a ti. Quase que juro sabê-lo de cor, mas recuo novamente, tanta certeza fica-me mal e a confiança em demasia costuma ser mau presságio. Esta bipolaridade, de te querer faz pendant com a forma do meu coração. Dizes ver em mim todas as cores, claras e escuras, e mesmo assim, gostar delas. Não sei porquê, não sei o que te faz voltar e aceitar tudo o que tenho e não tenho.

Algures nesta Terra, sei que te vou encontrar. Nesta Vida ou noutra, sei que te irei ter do meu lado, bem junto, para nunca mais te perder de vista. Para nunca mais. Mas até lá, há muito a viver. Ninguém melhor que tu, compreenderá.

14 comentários:

Kikas disse...

escreves tão bem, Bro :)

Bernardo disse...

>Todos os caminhos vão dar a roma :D

Cátia'P disse...

Há pessoas, há momentos, há destinos, que nos estão destinados.
Um beijo :)

Filipa disse...

Está lindo o texto, e identifiquei-me muito com ele, continua a escrever assim, adorei mesmo! :')

Katynha disse...

Não podia concordar mais : D

Mafalda disse...

Rendi-me a este teu talento que é escrever :)

Mafalda disse...

«Algures nesta Terra, sei que te vou encontrar. Nesta Vida ou noutra, sei que te irei ter do meu lado, bem junto, para nunca mais te perder de vista. Para nunca mais. Mas até lá, há muito a viver. Ninguém melhor que tu, compreenderá.»

É aqui que o título se encaixa: «"Há estradas que nos remetem para os mesmos lugares."»

:) **

Joana ' disse...

Eu já nem sei o que te diga mais querida..
A cada texto desvendas um pouco mais de talento, esse dom que em ti parece infindável.
Desdobro.me em elogios porque não quero acrescentar mais nada, não quero correr o risco de estragar o teu tão belo texto.

Um beijinho e um abraço bem apertado minha querida

Mafii disse...

estradas qe desenrolaram vidas. caminhos qe se unem e agora ou mais tarde têm um final feliz.
gstei mt do texto.
obrigada por seres seguidora do meu novo blog =) *

ADEK disse...

Vai ser nesta vida, e acho que o cliché "Qd menos esperares" se aplica:D Beijinho*

*Sininho* disse...

Eu vou caminhando pela vida na esperança que o meu caminho me remeta para o meu lugar, para o meu Destino.

O Profeta disse...

Mas o silêncio tomou conta dos sentires
Já era tempo, veio com a madrugada
Antes que apareça a luminosa aurora
Não me queres dizer nada?

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço


Boa semana


Doce beijo

meninadolápismágico disse...

Lindo, lindo, lindo, Fofinha ! :)

Inês ^ disse...

esta perfeito, adorei mesmo. indentifiquei-me com este texto. beijinhos :D