sábado, 27 de junho de 2009

Meu querido tudo.


Gostei demasiado de ti, para esquecer que gostei demasiado de ti. Faz sentido!? Faz. Não me peçam para tirá-lo da minha vida, é (quase) impossível. Hoje se te vir, vou ficar feliz. Porque tu fazes parte da minha vida, quer eu queira ou não. E és especial, sem dúvida. Se te vir hoje, vou sorrir para ti. Não irei abaixo e desatar a chorar, não. Cumprimentar-te-ei, se necessário. Vou mostrar-te aquela rapariga querida que sempre viste e não aquela que ficava aterrorizada com a tua presença. Não, hoje não será assim. Pode ser a minha morte ou a minha ressurreição de ti. Vou-me sentar ao teu lado e esquecer este ano em que fomos felizes/infelizes. Hoje vou (re) lembrar-me porque caí tão profundamente em ti. E vou sair da tua beira, e sorrir. Já passou, mas não me peçam para ignorar a sua presença. Não me peçam que fuja da sua luz. Vou ficar incomodada com o teu comodismo, cinismo e ironia. E tentar esquematizar porque fui eu tão feliz com alguém tão diferente de mim. E vai saber bem. Vais sorrir para mim e eu vou saber que quando lutei, para te manter na minha vida, valeu a pena.

Valeu tudo a pena, teddy bear!

5 comentários:

ClaudiaMar disse...

Só faz prosa desta quem ainda está apaixonada... (pelo menos pela Vida).Boa sorte em tudo, BrokenH

a Gaja disse...

Gostava muito de já ter chegado a esse ponto...queria mesmo que comigo fosse igual...um dia hei-de lá chegar.

Beijinho, gostei muito **

Daisy Maria disse...

oh :') esse é sem dúvida o ponto de partida para uma nova etapa da tua vida - ou algo assim.

Andre Simoes disse...

Ena, que perfeição de texto, gostei imenso, muitíssimo bem conseguido. Acho que consegues retratar um conjunto de sentimentos que carregas e condensar tudo muito arrumado, e ficou assim qualquer coisa de muito bom!

Beijinho* ; )

Joana ' disse...

Quem me dera ser possível dizer o mesmo...
Fico feliz por saber que conseguiste alcançar essa etapa, a do "é melhor seguir em frente mas recordar o bom do passado"... Acho que essa é, na maioria das vezes, a melhor solução!

Beijinhos querida
(quanto ao olhar, és a primeira a dizê-lo, mas talvez... afinal os olhos são o espelho da alma certo??)